abril, 2018

Poesia em Comemoração ao Derrube do Fascismo


25 abr

No dia 25 de abril de 2018, data que em Portugal se comemora o Derrube do Fascismo, Wagner Merije foi um dos convidados do Círculo de Artes Plásticas de Coimbra, para falar poemas que dialogassem com o tema.
O poeta Wagner Merije apresentou alguns textos de seu primeiro livro, “Turnê do Encantamento”, que em 2018 completa 10 anos de publicação.

Poesia_250418_CAPC

Programação:
Dj Set de Diogo Simões
Leitura de Poemas por Wagner Merije, Pedro Vaz e Rita Gomes
Performance sonora de Frederico Nunes e Gonçalo Parreirão, com participação especial de Wagner Merije

Não vejo a hora de reencontrar quem em mim já morou


25 abr

Não vejo a hora de reencontrar quem em mim
Não vejo a hora de reencontrar quem em mim já morou
esse desejo vai mover vai voltar o tempo vai inebriar meus pensamentos
não vejo a hora de reencontrar quem em mim deixou sentimentos
aromas lembranças e um desejo que move esperança

Vejo a hora do reencontro na próxima estação braços prontos
vou me sentir perto do pleno sentimento de todo mundo
tocando o barco vendo passar os navios do mundo

Pensando acreditar eu reencontro quem em mim já morou

… …

(Um poema de Wagner Merije, 22/06/02, publicado no livro “Turnê do Encantamento”, de 2008)