Vídeo

Utopias e transformações


01 nov

Pelas utopias e transformações possíveis
pela desordem e pelo caos o novo virá

Brasil, mundo, reflitamos! Por esse caminho vamos chegar bem perto do fundo do poço… É preciso repensar a direção da humaninade…
Reflexões que acompanham esse trabalho que vos apresento (novamente) a seguir, uma parceira de Wagner Merije, Fábio Crânio e George Neri.

 

A sociedade na encruzilhada tem dificuldade de saber para onde seguir. A natureza se rebela. A política apodrece. Novas tecnologias surgem e revolucionam a comunicação. É hora de promover a transição de um ser receptor passivo de conteúdos para um produtor de conhecimento. Hardware. Software. PEOPLEWARE.

4º Musicvideo do/from album “Peopleware”
Roteiro e Direção/Screenplay & Direction: Merije
Montagem e finalização/Editing: George Neri
Grafittis & images: Crânio

Letra/Lyrics:

Quem é que fala pelos independentes?
Quem é que representa as minorias?
Quem é que resolve pela gente?
Pra deixar tanta gente de mãos vazias?

Quem é que fala pelos que não têm um puto?
Quem é que festeja o Produto Interno Bruto?
Quem é que acredita e se articula?
Quem é que investe em educação e cultura?

Tem gente que empreende
Tem gente que surpreende
Tem gente que está passos à frente
E não se rende!

Tem gente que faz diferença
Tem gente que usa a intuição
Tem gente que inventa
Tem gente que é evolução

Se você não está dando o melhor de si neste mundo,
Para que mundo está se guardando?

PEOPLEWARE
EN CADA BARRÍO REVOLUCION

Quem somos se não somos úteis para os outros?
Quem somos, se somamos tão pouco?
Quem é que fomos, se sonhamos como loucos?
Quem somos se não somos importantes para o outro?

Quem é que fala pelos independentes?
Quem é que representa as minorias?
Quem é que resolve pela gente?
Pra deixar tanta gente de mãos vazias?

Tem gente que faz diferença
Tem gente que usa a intuição
Tem gente que inventa
Tem gente que é evolução

Se você não está dando o melhor de si neste mundo,
Para que mundo está se guardando?

PEOPLEWARE
EN CADA BARRÍO REVOLUCION

Quem somos se não somos úteis para os outros?
Quem somos, se somamos tão pouco?
Quem é que fomos, se sonhamos como loucos?
Quem somos se não somos importantes para o outro?

PEOPLEWARE, PEOPLEWARE
EN CADA BARRÍO REVOLUCION

A mandinga de bons sons, Merije no Bamba Jam


04 out

A mandinga de bons sons
De segunda a sexta-feira, Jai Mahal apresenta o Bamba Jam, programa com linguagem única e seleção musical diversificada, misturando o samba, o funk, o reggae, o rock, os ritmos que formam a miscelânea da música brasileira.
Ao vivo na Rádio Cultura AM 1200
Além da programação musical, todas as quartas-feiras Mahal convida artistas de diferentes linguagens musicais para falar um pouco de suas carreiras, influências, divulgar um novo trabalho e ainda escolher as músicas do programa.
Neste programa o convidado é o multimídia, suprasensorial, criador eclético e bamba Wagner Merije, que apresenta composições próprias, faixas que criou e produziu para outros artistas (como Raul de Souza, Marku Ribas, entre outros), fala de seus lançamentos (CDs, DVDs, livros), recita poemas e analisa a cena cultural brasileira.
O programa já contou com a presença de outros grandes artistas como Claudio Zoli, Falcão, Osvaldinho da Cuíca, Germano Mathias, Anelis Assumpção, O Terno, Cachorro Grande, O Teatro Mágico, Bocato, André Christovam, Matoli (Clube do Balanço), Max B.O., Duofel, Rafael Castro e muitos outros.

Sobre o apresentador:
O músico e radialista Jai Mahal, um dos responsáveis por trazer o reggae para o Brasil, começou sua carreira radiofônica apresentando o programa Reggae Raiz, com China Kane, na Rádio Brasil 2000 nos anos 1980.
Em 2005, Mahal chegou à Rádio Cultura Brasil e desde então apresenta os programas Bamba Jam e Reggae de Bamba.
Paralelamente a seu trabalho de radialista, o músico está à frente da banda de reggae Jai Mahal e Os Pacíficos da Ilha. Em 2014, lançou seu segundo álbum autoral, Invísivelman, produção de Gerson da Conceição e Mahal, com as participações especiais de artistas como Arnaldo Antunes, Lúcio Maia, Osvaldinho da Cuíca, Isaar e Luciana Simões.

Ficha:
De segunda a sexta, às 18h
Apresentação: Jai Mahal
Produção: Vinicius Calixto

“São Paulo em palavras” no “Olhar TVT”


26 ago

Programa “Olhar TVT” sobre o livro “São Paulo em palavras”, que conta com 26 autores, e apresenta um saboroso documento literário atual e riquíssimo sobre a maior e mais controversa cidade do país.

Exibido em 25/08/2017 pela TVT

Wagner Merije é o organizador da obra, editor e participa como autor.

Saiba mais sobre o livro aqui

 

 

Viagem a Minas Musical


15 abr

Sinopse
Viagem a Minas Musical é uma apresentação poética-musical-cênica que leva o público em uma deliciosa viagem pelo estado de Minas Gerais, rico em tradições culturais, paisagens, sabores e prosa.
O roteiro é estruturado a partir de poemas do livro Viagem a Minas Gerais, de Wagner Merije (2013), entre outros, entrelaçado com canções de domínio público e de intérpretes e compositores como Clara Nunes, Milton Nascimento e o Clube da Esquina, Ary Barroso, Martinho da Vila, Caetano Veloso, Paulo Diniz, Wando e Ataulfo Alves.
O cenário recria uma cozinha de Minas, onde um poeta, uma cantora e um músico dão corda na prosa, na poesia e na música, enquanto vão apresentando parte da história de Minas e dos mineiros.
A proposta é que ao final da apresentação o público saia com a sensação de conhecer um pouquinho mais de Minas, mas com a certeza de que trata-se de um lugar incrível e ainda por ser descoberto por brasileiros e estrangeiros.
No elenco estão o poeta Wagner Merije, a cantora e atriz Tâmara David e o músico Matheus Nascimento.
A estreia ocorreu no Sesc Palladium, em Belo Horizonte.

 

Fotos: Henrique Chendes

Apresentação
Com pão de queijo e rapadura no embornal, venha se aventurar com uma trupe de poetas, músicos e atores nesse lugar povoado de sanfonas e sinfonias, outonos e outroras, aonde um mundo se funda, onde o Rio Jequitinhonha deságua no Mar de Espanha, levando o vaqueiro Riobaldo a bordo de um barquinho de papel.
É uma viagem para dentro do Brasil, como disse Fernanda Montenegro, citada por Caetano Veloso na gravação de A terceira margem do rio, com Milton Nascimento: ”Eu vou ao sul do Brasil e me sinto em um lugar relativamente estrangeiro. Vou a Salvador e me sinto em um lugar bastante estrangeiro… Porque no sul do país parece que fui pra Europa, na Bahia parece que eu fui pra África… Mas quando eu vou a Minas, sinto que fui para dentro do Brasil”, declarou a grande dama do teatro brasileiro.
Minas Gerais, com sua imensidão cultural e geográfica, vem historicamente seduzindo poetas, artistas e viajantes de todo o planeta. Guimarães Rosa junto com Manuelzão fez o caminho que originou o “Grande Sertão: Veredas”. Manoel Bandeira, visitando o estado, produziu o “Guia de Ouro Preto”. Mário de Andrade com Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade e o suíço Blaise Cendrars, acompanhados de uma turma da Semana de Arte Moderna, andaram visitando as Gerais, linkando poetas mineiros com  o vasto mundo, oportunidade em que  conheceram Carlos Drummond de Andrade e seus amigos.
Minas é raiz, é tradição, é antiga, mas também moderna e pulsante, sem esquecer de tudo que o envolve o “ser mineiro”: ingênuo, hospitaleiro, desconfiado e feliz.
A inspiração vem dos espetáculos “Poeta, Moça e o Violão” (1973), com Vinícius de Moraes, Clara Nunes e Toquinho, e “Brasileiro, Profissão Esperança” (1974), de Paulo Pontes, interpretado em duas montagens diferentes por Paulo Gracindo e Clara Nunes, Ítalo Rossi e Maria Bethania.

 

Fotos: Daniel Quintela

 

Duração
90 minutos

 

 

Contatos para apresentações
Aquarela Brasileira
www.aquarelabrasileira.com.br
faleaquarela@gmail.com
(11) 99821-1330

Rede Social: www.facebook.com/viagemaminasmusical

 

Elenco
Wagner Merije é poeta, compositor, jornalista, roteirista, diretor e curador. Mineiro do mundo, tem trabalhos lançados no Brasil e no exterior e alguns prêmios no currículo. Publicou os livros Astros e Estrelas – Memórias de um jovem jornalista em Londres (2017), Cidade em transe (2015), Viagem a Minas Gerais (2013), Torpedos (2012), Mobimento – Educação e Comunicação Mobile (2012) – finalista do Prêmio Jabuti 2013, e Turnê do Encantamento (2009), lançados em alguns dos principais eventos literários do país. Sua escrita também está em antologias e em outras mídias. Trabalhou para jornais, revistas, TVs e rádios no Brasil e no exterior, tais como Folha de São Paulo/Ilustrada, O Tempo, TV Minas, TV Sesc, Rádio Inconfidência, dentre outros veículos. Criou e coordena o projeto MVMob – Minha Vida Mobile, que capacita estudantes e educadores para a apropriação criativa dos celulares. Tem músicas em discos, filmes, séries e programas de TV. Recebeu os prêmios Sesc Sated (2003), Prêmio Tim da Música Brasileira (2005), Rumos Itaú Cultural (2008), Inovação Educativa Fundação Telefônica – OEI (2011), Prêmio da Música Brasileira (2013)­­­­. Em 2014 foi homenageado pelo Salão Nacional de Poesia Psiu Poético. É de BH, já morou em Londres e desde 2005 habita SP. Mantém o site www.merije.com.br

Tâmara David é atriz, cantora e produtora cultural. Participou de diversos grupos como Teatro Negro e Atitude, Enxadário e Sambaê, onde iniciou o estudo da voz e da percussão através da pesquisa da música de domínio público, como o samba de roda do recôncavo baiano, afoxés, música popular e afro-brasileira. Mineira de Belo Horizonte, radicada em São Paulo, integrou o grupo Ilú Obá De Min de 2007 a 2016, e como coordenadora realizou junto ao grupo preparação vocal e estudo de que inclui cantigas em yorubá presentes na cultura dos terreiros de Candomblé. Também canta em grupos de música popular brasileira, como Prato Principal, Festa da Massa, Mbej-Lua de Encantarias, Samba Negras em Marcha e Tambores em Mim.

Matheus Nascimento começou estudar violão aos 7 anos de idade no sul de Minas, onde nasceu. Hoje, como 26, morando em São Paulo, participa de diversos grupos e acompanha sambistas da nova geração e também da velha guarda, como Zé Maria, Toinho Melodia, Ideval Anselmo, Carlão do Peruche, Embaixada do Samba , Wilson das Neves, entre outros. Dirige musicalmente o grupo Roberta Oliveira & O bando de Lá e participa dos projetos, Cantigas de Alem Mar, Prato Principal e Combo de Musica Brasileira Moacir Santos.

Ficha técnica
Roteiro e Direção: Wagner Merije
Assistente de Direção: Tâmara David
Identidade visual : Rômulo Garcias
Produção: Flavia Mafra
Gestão: Aquarela Brasileira

Viagem a Minas Gerais_ilustrações Rômulo Garcias

 

Ilustrações: Rômulo Garcias

Capítulo à parte – São Paulo em palavras


25 jan

Programa Capítulo a parte da TV Câmara São Paulo com o escritor Wagner Merije, organizador do livro “São Paulo em Palavras”.
Exibido em 25/01/2017, dia do aniversário de 463 anos da cidade de São Paulo

Primeiro poema: “Periferia”, de Alessandro Buzo
Segundo poema: “Adolescente”, de Selma Maria
Terceiro poema: “São Paulo é selva”, de Wagner Merije

Canal 61.4 (aberto digital)
Canais a cabo 7 (digital) e 13 (analógico) NET

Ontem – Van


06 ago

Saindo do forno o primeiro videoclipe da cantora VAN

Videoclipe da música “Ontem” – cantora Van
A música faz parte do primeiro EP da cantora, batizado “Daqui pra frente”.

Informações técnicas

Artista: Van (Vanessa Farias)
Álbum: Daqui pra frente (EP)
Direção: Merije / Vanessa Farias
Roteiro: Vanessa Farias / Merije
Câmera: Merije
Edição: Léo Teixeira
Styling: Letícia Grossi
Assistente de produção: Antonio Pereira

Produção: Aquarela Brasileira / Van Music
Saiba mais em www.aquarelabrasileira.com.br

Ouça Van em: http://www.soundcloud.com/vanmusicofial
Facebook: http://www.facebook.com/vanmusic.oficial

Van_Cd com guitarra

Videografia do Merije


19 fev

Merije_Van_1

CONHEÇA A VIDEOGRAFIA DO MERIJE

GET TO KNOW MERIJE’S VIDEOGRAPHY

Formado em Comunicação Social, com cursos de especialização na área audiovisual, Wagner Merije também se expressa através das imagens em movimento, criando trabalhos poéticos e marcantes.

Conheça alguns trabalhos do roteirista, câmera e diretor

Wagner Merije

– “Ontem” – Artista: Van – musicvideo – roteiro, câmera, direção(2015)

– “Cada um é parte do coletivo” – musicvideo – roteiro, câmera, direção(2013)

– “O futuro é de quem sonha” – musicvideo – roteiro (2013)

– “O Universo Musical de Raul de Souza” – direção artística – DVD-CD, Selo Sesc, 2012

– “Peopleware” – videoclipe – roteiro, direção (2011)

– “Coragem” – videoclipe – roteiro, câmera, direção (2011)

– “Sweet São Paulo” – videoclipe – roteiro, direção (2010/2011)

– “Dragão do Mar: filme-música” – mini-doc. mobile, – roteiro, câmera, direção (2011)

– “Mob Revolution” – videomobile, roteiro, câmera, direção (2010)

– “Metrópolis Ano Mil” – videomobile, roteiro, câmera, direção mobile (2010)

– “Deus criou o beat” – videoclipe – produção (2010)

– “Beyond Ipanema” – Doc., longa – composição musical (2009)

– “Rap Babel” – videomobile – roteiro, câmera, direção (2009)

– “Coletivo Universal ao vivo na Paulista” – Rumos Itaú Cultural – DVD – roteiro, produção, composições, interpretação (2008-2010)

– “Marku ao Vivo” – DVD – Itaú Cultural – roteiro, produção (2008)

– “Mil Maravilhas” – videoclipe – roteiro, produção, co-direção (2005)

– “Sambampler” – videoclipe – roteiro, produção, co-direção (2005)

… …

DEUS CRIOU O BEAT (GOD CREATED THE BEAT)

SWEET SÃO PAULO

CADA UM É PARTE DO COLETIVO (EACH ONE IS PART OF THE COLLECTIVE)

O FUTURO É DE QUEM SONHA (FUTURE BELONGS TO DREAMERS)

CALOR (TRÈS CHAUD)

PEOPLEWARE

CORAGEM (BRAVERY)

MIL MARAVILHAS (THOUSAND WONDERS)

BEYOND IPANEMA

… …

… …

O universo musical de Raul de Souza_capa

………..
Poster_MVMob_final sem marcas

DVD Feito durante o dia

DVD Feito durante o dia

coragem

Hora de viajar


15 jan

Promo do lançamento do livro “Viagem a Minas Gerais”, quarto título “oficial” do escritor Wagner Merije

Sarau do Memorial com Alice Ruiz


10 jan

Para marcar o lançamento da segunda temporada anual do Sarau do Memorial, a convidada mais do que especial é Alice Ruiz, poeta, letrista, professora de hai-kai, com uma incrível história no mundo da poesia.

Alice Ruiz sabe que a poesia faz parte da essência dos mineiros e também da dela. A empatia foi mútua e a poesia nos levou em asas largas. Abrimos com chave de ouro a segunda temporada do Sarau do Memorial.
Os vídeos (abaixo) transmitem poesia, amor, empatia, boas energias. Confira!

#Ficaoconvite: todo último domingo do mês no Memorial Minas Gerais-Vale, em BH. #AmorAlice

Curadoria: Wagner Merije
Data: 26/01/2014

MMGV_Saurau_E-flyer_Alice Ruiz

É fantástico


03 dez

Tenho cerca de 50 músicas registradas na UBC (União Brasileira de Compositores) e gravadas por artistas como Marku Ribas, Reco Bastos, The Paula, Coletivo Universal, Kiko Klaus, Aline Calixto, Pipo Pegoraro, Raul de Souza, Vanessa Farias, Kícila Sá, Juliano Mourão, Julia Ribas, além de por mim mesmo, nos meus discos.

Acontece que uma delas vem se tornando, digamos, “mais famosa”: o título é “Mil Maravilhas“.
É uma música de amor diferente, eletrônica brasileira, suingada, compasso 6/4, que criei para um projeto “erótico” de DVD que nunca saiu.

Primeiro ela foi escolhida para entrar no documentário “Beyond Ipanema“, fazendo fundo para Tom Zé falar sobre a música brasileira no mundo. O doc. então virou série de 13 episódios no Canal Brasil.

Recentemente ela foi fazer bonito no “Fantástico”, da Rede Globo, no quadro “Mago da Cozinha”, com o chef Felipe Bronze.
Toda vez que o convidado do chef provava e aprovava uma de suas receitas, tocava “Mil Maravilhas” como o “som da aprovação!”
Prove uma carne de sol com mandioca e outras especiarias
Prove também um bom churrasco
É fantástico ter uma música minha no programa de maior audiência da tv brasileira, junto com comidas gostosas feitas por um chef talentoso!

Que essa música (e outras) voem muito por aí! Para o alto e avante!

Ah: tem a “Liga Lize (para refletir sobre a verdade)” que está na coletânea da Smoking Black.

Tem a “Deus criou o beat (God created the beat)” que está na programação das MTVs Brasil, UK, Asia e Austrália, no VH1 e em outros canais de televisão.

Tem a “Chao & Pigalle” que está na coletânea “Delicadencia”

Ouça essas e outras aqui, no Merije’s Player

Merije_Samba Hero_2013-08-12