Post com a tag ‘music’

Coimbra Música Conversas Série


24 nov

 Coimbra Música & Conversas_FINAL

Série de conversas sobre música, formação musical, apoio à cultura e sobrevivência artística em tempos de pandemia, entremeadas por improvisos musicais.

Uma oportunidade de conhecer e valorizar os artistas da cidade, além de manifestar nosso apoio em tempos de pandemia a quem tanto contribui para que nossos dias tenham arte e mais cores.

Quando: 10, 17 e 24 novembro e 01 de dezembro/2020

O projeto Coimbra Música & Conversas é uma realização da Aquarela Brasileira Multimedia para o Ciclo Orphika 2020 da Universidade de Coimbra.

O mediador convidado para esta série é Wagner Merije, doutorando na FLUC, jornalista, poeta, escritor, editor, compositor, gestor cultural e criador multimedia.

Conversa com João Silva_Jorri
www.aquarelabrasileira.com.br/coimbra-musica-conversas-joao-silva-jorri

Conversa com Carlos Mendes_Kaló
www.aquarelabrasileira.com.br/coimbra-musica-conversas-carlos-mendes_kalo

Conversa com Miriam Jorge
www.aquarelabrasileira.com.br/coimbra-musica-conversas-miriam-jorge

Conversa com Júlio Martins_Risko
www.aquarelabrasileira.com.br/coimbra-musica-conversas-julio-martins-risko

Acompanhe a série de conversas no link
www.aquarelabrasileira.com.br/coimbra-musica-conversas-serie

Apoiem os artistas! Cultura é segura!

Sounds, lights, images – Visual Brasil Barcelona


02 out

Barcelona fica ainda mais colorida quando chega o Visual Brasil.

Em 2018 o festival comemorou sua 16ª edição. Confira as imagens.

Barcelona is even more colorful when Visual Brasil arrives.

In 2018 the festival celebrated its 16th edition. Check out the pictures.


FestiPop 2018_Merije en France


09 set

Festipop 2018_Urgence refugies

Festipop 2018

 

FestiPop est heureux de vous présenter sa 15ème édition.
Rendez vous aux arènes de Frontignan le 7 et 8 septembre 2018 avec 5 sound system !
AfteR aLL sOund SysteM Association Travel Sounds Dawa Hifi Imperial Mighty Sound Ragga Youth Posse

Parmi les invités spéciaux de cette édition se trouve le “Brazilian Suprasensorial Universal” MERIJE.

MERIJE se produit pour la première fois sur FestiPop et prépare des sets spécialement pour le festival, appelés Tropical Sumo I, II, III

DJ-producteur brésilien, Merije fait ses premières expérimentations sonores à Londres, en pleine effervescence Jungle, Drum’ n’ bass, Big Beats, influencé par la culture noire de Brixton où il vit entre 1996 et 97. En 2003, il crée le groupe Coletivo Universal qui s’impose sur la scène musique actuelle brésilienne avec un son métissé et supra-sensoriel. Merije vient nous faire danser comme on boirait un bon jus frais, naturel et survitaminé! Du jus tropical!

Regarde ça : www.merije.com.br/blog/som

FestiPop a lieu à Frontignan, une ville française située dans la région Occitanie. On l’appelle le port de la mer Méditerranée.

▮ ▮ Liens Utiles ▮ ▮
▮ Site Festipop : https://bit.ly/1AjqNNh
▮ Lien Événement : https://bit.ly/2LNkw7N
▮ Lien Prévente : https://bit.ly/2KnwEH4
FestiPop_Merije_Chill Out

 

 

FestipPop tem o prazer de apresentar a sua 15 ª Edição.
Entregue-se às arenas de Frontignan no dia 7 e 8 de setembro de 2018 com 5 Sound System!
After ALL SOUND SYSTEM Association Travel Sounds Dawa Hifi Imperial Mighty Sound Ragga Youth Posse

Entre os convidados especiais dessa edição está o “Brasileiro Universal Suprasensorial” MERIJE.

MERIJE se apresenta pela primeira vez no FestiPop e prepara sets especialmente para o festival, batizados de Sumo Tropical I, II, III

DJ e produtor brasileiro, Merije faz suas primeiras experimentações sonoras em Londres, em plena efervescência do Jungle, Drum ‘n’ bass, Big Beats, e sob a influência da cultura negra de Brixton, onde Merije morou entre 1996 e 97. Em 2003, cria o grupo Coletivo Universal, que se impoe na cena da musica atual brasileira com um som mestiço e suprasensorial. Merije vem pra gente dançar, como tomar um sumo bem fresco, natural e supervitaminado! Sumo Tropical!

Confira: www.merije.com.br/blog/som

FestiPop acontece em Frontignan, uma cidade francesa localizada na Região de Occitânia. É chamada porta para o mar do Mediterrâneo.
▮ ▮ links úteis ▮ ▮
▮ site festipop: https://bit.ly/1AjqNNh
▮ LINK EVENTO: https://bit.ly/2LNkw7N
▮ link pré-Venda: https://bit.ly/2KnwEH4

 

 

 

 

 

 

 

 

Merije + Badauê Paris @ FestiPop


08 set

Merije + Badauê @ Festipop 2018

Merije en Barcelona_Festival Visual Brasil


01 set

Visual Brasil 2018_cartaz

El Festival VISUAL BRASIL realizará su 16 edición los días 28 y 29 de septiembre de 2018 en el Punt Multimedia, centro dinamizador de proyectos multimedia y tecnologías digitales, situado en la Casa del Mig del Parc de la Espanya Industrial de Barcelona.

En esta ocasión celebramos juntos con artistas locales e internacionales un encuentro de investigación en el campo del audiovisual contemporáneo: videoarte, mapping, performances audiovisuales, instalaciones y nuevas medias. Una actividad que se enfoca en la producción de vídeo en tiempo real, la cultura de creación libre y nuevos formatos colaborativos.

MERIJE se presentará por segunda vez en el festival, después de una actuación muy celebrada en 2012.

MERIJE es activista cultural y creador multimedia involucrado con proyectos ligados a la música, literatura, cine / vídeo, fotografía, danza, teatro y educación. Su arte es conocida como “suprasensorial”. Tiene trabajos presentados en varios países y algunos premios en el equipaje.

HORARIO VIERNES: 18HS HASTA LAS 01:00HS
HORARIO SÁBADO: 18HS HASTA LAS 02:00HS

ENTRADA LIVRE / FREE ENTRANCE

http://festivalvisualbrasil.com/
http://festivalvisualbrasil.com/ediciones/merije

OIGA/LISTEN: www.merije.com.br/blog/som

 

Visual Brasil 2018_pagina Merije

 

Merije_Visual Brasil 2018_Special

 

Visual Brasil 2018_programación

 

O Festival visual Brasil realizará sua 16ª edição nos dias 28 e 29 de setembro de 2018 no ponto multimídia, centro dinamizador de projetos multimídia e tecnologias digitais, localizado na Casa del Mig do Parc de La Espanya Industrial de Barcelona.
Nesta ocasião comemoramos juntos com artistas locais e internacionais um encontro de pesquisa no campo do audiovisual contemporâneo: Videoarte, mapping, performances audiovisuais, instalações e novas meias. Uma atividade que se foca na produção de vídeo em tempo real, a cultura de criação livre e novos formatos colaboração.

MERIJE se apresentará pela segunda vez no festival, depois de uma performance muito celebrada em 2012.

MERIJE é ativista cultural e criador multimídia envolvido com projetos ligados à música, literatura, cinema/vídeo, fotografia, dança, teatro e educação. Sua arte é conhecida como “suprasensorial”. Tem trabalhos apresentados em vários países e alguns prêmios na bagagem.

http://festivalvisualbrasil.com/
http://festivalvisualbrasil.com/ediciones/merije

OUÇA: www.merije.com.br/blog/som

Horário: Sexta-feira: 18hs até as 01h
Horário sábado: 18hs até as 02 hs

ENTRADA LIVRE / FREE ENTRANCE

 

 

 

 

 

 

Gigante O coração do trombone_ Giant The heart of the trombone


23 ago

Gigante
O coração do trombone

Ele é grande. Ou melhor, Gigante!
O apelido de juventude ainda cabe muito bem a ele, embaixador da música, coração do trombone, uma lenda viva da música em todas as suas instâncias.
Ele é brasileiro, ele é do mundo, ele é patrimônio mundial da humanidade. Vamos reconhecer!
Sua musicalidade é excepcional, sua criatividade singular, sua batalha imensa e intensa, sua vida dá um filme.
Premiado e reconhecido em todo o mundo, ainda falta muito para o Brasil acordar e valorizar de fato seus talentos.
Mas ele segue, sempre em frente, firme, como um cavaleiro a partilhar música e cura, amor e generosidade, alegria e gentileza.
E eu sou amigo dele.
Em 2007 nos conhecemos em Pinheiros, São Paulo, Brasil, na casa do Marku Ribas, com quem eu trabalhava na época, e a empatia nossa foi imediata, da mesma forma com sua companheira e parceira Yolaine.
Desde então estamos sempre juntos, lado a lado, nas batalhas e nas comemorações, na criação e na produção, trazendo ao mundo música da melhor qualidade.
Hoje o meu amigo celebra um novo ano, o Gigante é jovem, 8.4.
Mas nem parece, jovial e sempre atento que nem ele, e com muita energia e ideias para nos brindar.
Que sua luz esteja sempre a brilhar! E estará!
Nós, todos que amamos música, te amamos, te amaremos sempre!
Grato por me dar a oportunidade de trabalhar com você, de criar com você e de realizar projetos tão bacanas como “Bossa Eterna” (Biscoito Fino, 2008 – Melhor disco nos 50 anos da Bossa Nova); “O Universo Musical de Raul de Souza” (DVD) + Voilá (CD) (Selo Sesc, 2012 – Prêmio da Música Brasileira 2013).
E vem novidades por aí!!!!!

Do seu admirador, amigo e diretor artístico, Wagner Merije

Saiba mais em www.rauldesouza.net

Giant
The heart of the trombone

He’s big. Or rather, Giant!
The nickname of youth still fits him well, ambassador of music, heart of the trombone, a living legend of music in all its instances.
He is Brazilian, he is of the world, he is world heritage of humanity. Let’s recognize!
His musicality is exceptional, his creativity’s singular, his battle immense and intense, his life gives a film.
Awarded and recognized all over the world, it is still a long way from Brazil to wake up and really appreciate its talents.
But he goes on, ever forward, steady, like a knight sharing music and healing, love and generosity, joy and gentleness.
And I’m his friend.
In 2007 we met in Pinheiros, São Paulo, Brazil, at the home of Marku Ribas, with whom I worked at the time, and our empathy was immediate, in the same way with his wife and partner Yolaine.
Since then we have been together, side by side, in battles and celebrations, in creation and production, bringing to the world music of the best quality.
Today my friend celebrates a new year, the Giant is Young, 8.4.
But he does not seem, jovial and always attentive that neither he, and with much energy and ideas to give us.
May your light always shine! And it will be!
We all who love music, we love you, we will always love you!
Thank you for giving me the opportunity to work with you, to create with you and to realize such cool projects as “Bossa Eterna” (Biscoito Fino, 2008 – Best album in the 50 years of Bossa Nova); “The Musical Universe of Raul de Souza” (DVD) + Voilá (CD) (Selo Sesc, 2012 – Brazilian Music Award 2013).
And there are some news out there !!!!!

From his admirer, friend and artistic director, Wagner Merije

Know more at www.rauldesouza.net

DJ Gandhi tocai por mim


01 dez

dj-gandhi

DJ Gandhi tocai por mim
do fundo do seu coração
uma canção
de amor sem fim

(Wagner Merije)

Suprasensorial Live_Record News_TV Record_R7


22 jul
Foto: Roberta Scatolini

Foto: Roberta Scatolini

Suprasensorial Live

Merije interpreta duas de suas músicas e conversa com o jornalista Heródoto Bárbero – Record News, Jornal da Record e R7.

Merije plays live on Brazilian TV – Record News.

Noite linda, oportunidade muito especial!
Beatiful night, great gig!

Salve Santa Cecília, padroeira da música!

Aprecie sem moderação!
Vibe Positiva!
Boas Ideias!
Conhecimento!
Arte!
Cultura!
Educação!
Transformação!
Encontros!
Poesia!
Vida!

Partilhe!
Deixe seu comentário!

Grato!!! Thanks!!!

suprasensorial – Disco, Album, CD


09 mar
cd Merije; arte João Maciel; design Ric Cançado

cd Merije; arte João Maciel; design Ric Cançado

Baixe aqui o album inteiro/Download the album

 

suprasensorial
ou
o dia em que a poesia fez folia no país do carnaval

Estas são minhas músicas favoritas, dentre as várias que já compus até aqui. Através delas canto minha poesia, minha história, meu caminho, meus mestres, amig@s e minhas ideias para um mundo melhor. Com este repertório celebro a amizade, relembro viagens e lugares e saúdo a vida.
Atribuo a 3 pessoas a motivação para reunir essas músicas nesta coletânea. Primeiro foi um amigo europeu que mora na Austrália: “Man, eu gostaria de ser jovem um pouco mais. E descobri que a música pode me proporcionar isto. Você poderia me ajudar montando para mim uma coletânea com suas músicas preferidas”, disse ele.
Outro motivador foi o que chamo de “urgência do sonho”. A morte do músico e poeta pernambucano Chico Science me abalou muito. No exílio criativo em que me encontrava na fria Londres no final da década de 90, o susto foi duplo: primeiro porque minha mãe, quem me deu a notícia primeiro, se confundiu e disse que um músico e poeta de nome Chico César havia partido. Mas Chico César está vivo e criativo. Salve! Pouco tempo depois soube de fato quem quem havia partido precocemente fora Chico Science, nas portas do carnaval de Olinda, em fevereiro de 1997.
Um manhã dessas acordei de sonhos muito loucos, um sentimento de urgência muito grande, com uma frase de Chico na cabeça: “sinto vontade de fazer muita coisa”. Era 2 de fevereiro, 2012, completavam 15 anos de falta, ausência, saudade do cara que chegou com sua poesia, sua música, suas ideias e mudou um monte de coisas.
Meu corpo é extensão desse mundo louco, mas não é eterno. O que fica é o que a gente fez de bom! Quero mais do que nunca, compartilhar boas ideias com arte, sensibilidade, vontade de curar as dores e libertar os medos.
Por isso, toda vez que alguém pergunta que tipo de música faço, respondo “suprasensorial”, pois minhas criações são “dirigidas aos sentidos do indivíduo para desaliená-lo do condicionamento do cotidiano”. É uma proposição estética e filosófica a partir de um novo comportamento perceptivo. Nisso me inspiro no artista plástico e performer carioca Hélio Oiticica, que com suas artes buscava “dilatar a consciência do indivíduo” não mais através do intelecto mas da vivência da liberdade.
Para H.O, a passagem de uma participação “simples e estrutural”, para uma participação “sensorial” desemboca na própria vida diária. Como ele, me interesso no “comportamento”, isto é, levar os indivíduos a exercer sua liberdade. Esta vivência a ser estimulada, é um instante “criador”, “livre”, mas não necessariamente “feliz”. Há muitos temores e sentimentos antagônicos que surgem nesse processo.
A vivência do instante sinaliza o início do “suprasensorial”. A passagem do sensorial para o suprasensorial se dá na transposição de barreiras da “inibição puramente sensorial”. O suprasensorial (arte ou antiarte) é uma manifestação de caráter coletivo. O suprasensorial é consciente, amoroso, compartilhador. H.O. opõe essa “força mítica” à “inteligentsia”. Escreveu: “toda tentativa individual de expressão deve ser respeitada como uma ‘arte’.”
Além disso, para mim foi uma surpresa perceber quantos músicos bacanas e compositores de talento compartilharam da vida dessas faixas aqui reunidas. Prova de que os caminhos da música mais une do que separa. Parece uma roda de samba em comunhão suprasensorial. Santa Cecília cuide bem de todos os parceiros, convidados e inspiradores.
Agora, uma voz lá do fundo vem dizer: das marés orgiásticas e dos temporais febris surge esse meu canto lúdico, lírico, onírico. Aqui apresento minhas canções de união, liberdade e amor.
Que toquem seu coração, te façam bem e te proporcionem momentos suprasensoriais.

Merije, março, 2012

Músicas / Tracks

1. Mil Maravilhas – Merije
2. Sweet São Paulo – Merije
3. Todo mundo quer ser brasileiro – Merije/Jamphel D
4. Sejam realistas – Merije/Jamphel D
5. Varanda – Merije/Kiko Klaus
6. Liga Lize (para refletir sobre a verdade) – Merije/Daniel Saavedra
7. Muito a fazer e descobrir – Merije/Jamphel D
8. A caminho do mar – Merije/Kiko Klaus
9. Conhecer Alice – Merije/Jamphel D
10. Uma bossinha para Raul de Souza – Merije/Jamphel D
11. Deve ter um jeito de te conquistar – Merije/Jamphel D
12. Chao & Pigalle – Merije/Daniel Saavedra
13. Depois daquele beijo – Merije/Jamphel D
14. Peopleware – Merije
15. Calor (très chaud) – Merije
16. Mil Maravilhas (Beyond Ipanema Mix) – Merije

 

Com os parceiros e músicos convidados / With the partners and guest musicians:
Adoniran Barbosa: 2 (papo)
Aline Calixto: 5, 8 (vocal)
Alfredo Bello: 5, 8 (baixo acústico)
André Lima: 5 (hammond)
Daniel Barbosa: 12 (backing vocal)
Daniel Saavedra: 1, 6, 12 (beat, baixo, guitarra, teclado), 8 (synth)
David Bemfica: 14 (guitarra)
Egler Bruno: 8 (guitarra)
Gil Duarte: 2 (escaleta), 14 (flauta), 15 (flauta, trombone, sax)
1mpar: 16 (remix)
Jamphel D: 3, 4, 7, 9, 10, 11, 13 (programação, teclados, samples, production, mix), 3, 4, 11, 13 (backing vocal)
João Maciel: imagem/pintura
Júlia Ribas: 6, 12 (vocals)
Juliano Mourão: 6 (vocals)
Kiko Klaus: 5 (voz, violão, synth, production, mix), 8 (voz, violão, production, mix), 11 (backing vocal + mix)
Marcos Martino: 10 (acoustic guitar)
Marku Ribas: 6 (vocals)
Merije: production, programming, vocal, beats, samples, percussion, arranjos, mix
Pipo Pegoraro: 2 (voz, mpc, samples, acoustic guitar, keyboard, production, mix), 14 (mpc, guitar, production, mix), 15 (mpc, production, mix)
Raul de Souza: 10 (voice)
Ric Cançado: imagem/design
Ricardo Pesce: 15 (accordeon)
Roberta Fly: 1, , 16 (voz)
Rodrigo Araújo: 1 (flauta), 12 (flauta, samples, backing vocal)
Simone Soul: 5 (bateria, percussão), 8 (percussão)

Faixa/Tracks 1, 6, 12 originalmente lançadas no cd “Coletivo Universal” (Coletivo Universal, 2004)

Faixa/Track 2, 14, 15, 16 originalmente lançada no cd “Peopleware” (Merije, 2009, peopleware music)

Faixas/Tracks 5 e 8 originalmente lançadas no cd “O vivido e o inventado” (Kiko Klaus, 2008, camarada rcs)

Faixas/Tracks 3, 4, 7, 9, 10, 11, 13 originalmente lançada no cd “Se você perder a voz” (Jamphel D & Merije, 2011)

Veja vídeos, fotos e ouça outras músicas em www.merije.com.br
Watch vídeos, see fotos e listen to other songs at www.merije.com.br

 

Merije e o Coletivo Universal

Merije e o Coletivo Universal vêm desde o início dos anos 2.000 desenvolvendo um trabalho musical e artístico sobre a base de um discurso sólido, fortemente poético, que se define por buscar novas reflexões sobre a identidade brasileira, a necessidade de alcançar uma clara consciência do caráter crítico, cultural e intelectual de toda obra de arte e o papel transformador dessa frente à sociedade.
Na liderança do grupo está o compositor, DJ, produtor, sound designer e vocalista Merije, considerado um dos artistas mais versáteis de sua geração. Sua mistura de Experimental Pop com Música Brasileira, Rock, Electro, Latin, Hip Hop e trilhas de cinema pode ser ouvida e vista em muitas produções, no Brasil e no exterior.
Com o Coletivo Universal, Merije lançou o CD de mesmo nome em 2004, com excelentes críticas, e o DVD “Na Paulista/Suprasensorial” (2008), gravado ao vivo no Itaú Cultural da Avenida Paulista, dentro do Rumos Música Itaú Cultural.
A música de Merije pode ser ouvida também no documentário “Beyond Ipanema” (www.beyondipanema.com), nas coletâneas internacionais “New Sounds from Brazil” (BM&A/2008), “Smoking Brasil Deluxe” (ST2/2007), “Delicadencia” (Sambafrique/2007), “Sim Coletânea” (SIM/2005), nos CDs de parceiros como Marku Ribas, Kiko Klaus, The Paula, Reco Bastos, Jamphel D, Roberta Fly, entre outros. Seu primeiro cd solo, “Peopleware” (2009), foi considerado por críticos como Béco Dranoff, do selo Ziriguiboom, de Nova York, como um dos três melhores de 2010.
Merije também tem parcerias em projetos com o mestre do trombone, Raul de Souza, o mago do piano, João Donato, bem como com companhias de dança e programas de TV, e é idealizador do projeto “DJ.Art – A revolução Musical Contemporânea”.
Todo esse trabalho vem rendendo elogios da crítica e da imprensa e convites para apresentações no Brasil e no exterior, com destaque para Virada Paulista, Smoking Festival, Rumos Itaú Cultural, Vivo Eletronika, Conexão Vivo, SambaCana Groove, entre outros eventos e festivais.
Por sua originalidade, Merije e o Coletivo Universal já tiveram seu trabalho reconhecido pela imprensa (Revista Bravo, Folha de São Paulo, Revista Piauí, Caros Amigos, Rolling Stones etc) e pelo público, e sua música circula pelo mundo ao lado de artistas como Céu, Curumim, Mundo Livre, Instituto, Tita Lima, Manu Chao, Roberto Menescal, DJ Marcelinho da Lua, Vanguart, 3 na Massa, Mombojó, La Pupunã, Soul Galaktik, The Pinker Tones, para citar alguns.

 

Discografia
-“Se você perder a voz” – Jamphel D & Merije – cd autoral – composição, arranjos, produção, interpretação (2011)
-“Peopleware” – cd autoral – composição, arranjos, produção, interpretação (2009)
-“Bossa Eterna” – Biscoito Fino – com Raul de Souza, João Donato e convidados – produção (2008)
-“Smoking Brasil Deluxe” – composição, arranjos, produção, interpretação (2008)
-“O Vivido e o Inventado” – Kiko Klaus (2006) – composição (2008)
–“New Brazilian Music” – BM&A – composição (2007)
-“Delicadencia” – composição, interpretação (2007)
-“Meninas de Sinhá – Tá caindo fulô” – (Premio Tim da Musica Brasileira) – produção (2007)
-“SIM Coletânea” – produção, composição (2006)
-“Coletivo Universal” – (2004)
“Marku Ribas – Passando o som – Vol. 1” – produção, (2003)
-“The Paula – Ouça e Escute” – composição, produção (2001)
-“Reco Bastos – Antenando” – composição, arranjos, remix (1999)

 

Videografia
-“Peopleware” – musicvideo (2011)
-“Coragem” – musicvideo (2011)
-“Sweet São Paulo” – musicvideo (2010/2011)
-“Deus criou o beat” – musicvideo (2010)
-“Beyond Ipanema” – MusicDocumentary – composição musical (2009)
-“Suprasensorial – Coletivo Universal na Paulista” – Rumos Itaú Cultural – DVD (2008/2010)
-“Por toda nação” – musicvideo (2006)
-“Mil Maravilhas” – musicvideo (2005)
-“Sambampler” – musicvídeo (2005)

 

Shows & Management

Aquarela Brasileira
www.aquarelabrasileira.com.br
www.facebook.com/aquarelabrasileira
faleaquarela@gmail.com