Post com a tag ‘romance’

VAMOS CONVERSAR com Richard Zimler


24 jun

Vamos Conversar_Richard Zimler_redux

VAMOS CONVERSAR é uma série de conversas com personalidades da literatura

No dia 08 de julho de 2021 o Centro Cultural Penedo da Saudade, do Instituto Politécnico de Coimbra, dá prosseguimento ao projeto Vamos Conversar, um ciclo de conversas e debates com personalidades da literatura.
O projeto visa estimular reflexões sobre a cultura e a educação com o objetivo de potencializar novos fluxos de interação e criação nesta tão importante e admirada cidade. Também busca fazer desses encontros ágoras de troca de ideias entre os convidados e o público, de modo que todos sintam-se acolhidos e valorizados, e que o debate gere conhecimento e transformação.
Trata-se de uma realização do Centro Cultural Penedo da Saudade e co-organização da Aquarela Brasileira Multimedia.
O convidado de julho é Richard Zimler, escritor, jornalista, professor.

Vamos Conversar 4 – Literatura, Vidas e Espelhos: Uma conversa com Richard Zimler – escritor, jornalista, professor
Dia: 08 julho 2021 – Hora: 18:00 (Lisboa)

A conversa terá transmissão em direto pelo facebook do Centro Cultural Penedo da Saudade (www.facebook.com/centroculturalpenedosaudade) e em streaming pelo Zoom (ID: 838 0711 8404 – Senha de acesso: 295987)


Sobre o Centro Cultural Penedo da Saudade

Inaugurado em 18 de janeiro de 2019 e integrado no projeto cultural do Instituto Politécnico de Coimbra, o Centro Cultural Penedo da Saudade tem como objetivo primordial contribuir para o enriquecimento cultural da comunidade deste Instituto numa complementaridade do que é já a produção cultural das suas unidades orgânicas. Também visa promover a partilha de eventos culturais e artísticos em Coimbra, quer através do reforço da divulgação quer, mesmo, através de intercâmbios. Encontra-o na zona do Penedo da Saudade, com uma bela vista da cidade.

Sobre o convidado
Richard Zimler nasceu em 1956. Fez um bacharelato em religião comparada na Duke University (1977) e um mestrado em jornalismo na Stanford University (1982). Trabalhou como jornalista durante oito anos, principalmente na região de San Francisco, Estados Unidos. Em 1990, foi viver para o Porto, onde foi professor de jornalismo durante 16 anos, primeiro na Escola Superior de Jornalismo e depois na Universidade do Porto. Nos últimos 23 anos, publicou 11 romances, uma colectânea de contos e cinco livros infantis, que depressa entraram nas listas de bestsellers de vários países (Portugal, Brasil, EUA, Inglaterra, Itália, etc…). Os seus livros editados em Portugal – por ordem cronológica – são: O Último Cabalista de Lisboa, Trevas de Luz, Meia-Noite ou o Princípio do Mundo, Goa ou o Guardião da Aurora, À Procura de Sana, A Sétima Porta, Confundir a Cidade com o Mar (colectânea de contos), Dança Quando Chegares ao fim (livro para crianças), Os Anagramas de Varsóvia, Ilha Teresa, Hugo e Eu e as Mangas de Marte (livro para crianças), A Sentinela, Se Eu Fosse (livro para crianças), O Evangelho Segundo Lázaro, O Cão Que Comia a Chuva (livro para crianças), Maria e Danilo e o Mágico Perdido (livro para crianças) e Os Dez Espelhos de Benjamin Zarco. Vários livros seus fazem parte do Plano Nacional de Leitura, incluindo Dança Quando Chegares ao Fim, Se Eu Fosse e O Cão que Comia a Chuva. Zimler já ganhou diversos prémios, incluindo o National Endowment of the Arts Fellowship in Fiction (EUA) em 1994 e o Prémio Herodotus (EUA) para o melhor romance histórico em 1998. O prémio literário Alberto Benveniste 2009 foi atribuído a Zimler pela obra Goa ou o Guardião da Aurora. O prémio foi criado para galardoar um romance (publicado em francês) que se enquadra no programa do Centro Alberto Benveniste (Estudos Judeus-Sefarditas). Os Anagramas de Varsóvia foi nomeado o Melhor Livro de 2009 pela revista LER e também pelos alunos das escolas secundárias de Portugal (Prémio Marquês de Ouro). O Evangelho Segundo Lázaro foi nomeado um dos melhores romances do ano pelas livrarias FNAC e Bertrand. Cinco dos seus romances foram nomeados para o Dublin
International Literary Prize, um dos mais importantes do mundo anglo-saxónico. Zimler também organizou uma antologia de contos para beneficiar Save the Children e os seus programas (no caso de Portugal, para beneficiar os programas nos PALOP). A versão portuguesa inclui contos de Richard Zimler, Mia Couto, Lídia Jorge, Margaret Atwood, Nadine Gordimer, Ali Smith, Markus Zusak, Junot Díaz e 20 outros ficcionistas. Já proferiu mais de 500 conferências sobre a sua escrita e a cultura
judaica, em escolas, museus, bibliotecas, livrarias, sinagogas e auditórios públicos em mais do que 15 países, incluindo os EUA, Inglaterra, Austrália, Portugal, França e Brasil. Em 2009, Zimler escreveu o guião para O Espelho Lento, uma curta-metragem baseada num dos seus contos. O filme foi realizado no verão de 2009 pela realizadora sueca-portuguesa Solveig Nordlund e venceu o prémio de melhor filme dramático no Festival de Curtas-Metragens de Nova Iorque em Maio de 2010.

Sobre o mediador
Wagner Merije é jornalista, escritor, editor e gestor cultural envolvido com projetos ligados à cultura, educação e meio ambiente em países como Brasil, Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Itália e Estados Unidos. É investigador na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Como jornalista, passou por redes de TVs, rádios, jornais, revistas e sites no Brasil, Inglaterra e Portugal. Escreve para todas as idades e tem nove livros publicados, de ficção, não ficção, entre os quais estão Conhece-te a ti mesmo – Pensamentos e práticas à procura de novas primaveras (2021), O Cotovelo Kovid (2020), Psyche & Hamlet vão para Hodiohill (2019), Astros e Estrelas – Memórias de um jovem jornalista em Londres (2017), Cidade em transe (2015), Viagem a Minas Gerais (2012), Mobimento – Educação e Comunicação Mobile (2012) – finalista do Prêmio Jabuti 2013 na categoria Educação, Torpedos (2011), Turnê do Encantamento (2009), dentre outros. Como editor, publicou obras de Luís Vaz de Camões, Fernando Pessoa, Florbela Espanca, Mário de Sá-Carneiro, Camilo Pessanha, João José Cochofel, entre outros, e títulos como Coimbra em Palavras, Coimbra em Imagens, São Paulo em Palavras, São Paulo em Imagens, Propostas Novas para Novos Mundos, entre outros.

Informações:
faleaquarela@gmail.com

FLII – Palavras de Fogo


15 set

 

3ª FLII_Palavras de fogo

 

A 3ª EDIÇÃO do Festival Literário Internacional do Interior – FLII Palavras de Fogo, em homenagem às vítimas dos incêndios florestais em Portugal, já tem sua programação definida.

Sob a égide do lema “A arte e a cultura como reanimadores de uma região e de um povo”. participam grandes nomes da literatura e do mundo do livro em nível mundial.

Trata-se de um evento intermunicipal, daí o seu caráter inovador, que decorrerá em 11 concelhos da região afetados pelos fogos, com o objetivo de levar os livros e os escritores aos sítios mais inusitados e imprevisíveis, como fábricas, campos, praias, igrejas, mercados, romarias, locais onde as pessoas trabalham e convivem.

Ou seja, os livros vão ao encontro dos públicos porque também eles têm saudades.

Esta edição é dedicada a Maria de Lourdes Pintasilgo e ao nonagésimo aniversário do seu nascimento, bem como a Fernando Namora e ao centenário do seu nascimento.

Com o tema transversal “Cuidar o Futuro”, e porque este é um festival de causas, pretende-se abordar questões candentes para o devir do mundo, desde logo a emergência ambiental.

Wagner Merije é um dos convidados e na ocasião apresentará os livros mais recentes, como Psyché e Hamlet vão para Hodiohill, O Cotovelo Kovid, Propostas novas para novos mundos, entre outros.

 

9 de Outubro, 6ª feira

15.00 – Biblioteca Municipal Miguel Torga – Arganil

«Ouviremos o protesto donde quer que venha, e no coro das aspirações dissonantes e por vezes antagónicas prestaremos atenção ao silêncio dos que na sociedade permanecem sem voz.

Maria de Lourdes Pintasilgo

Painel – Rita Martins, Wagner Menije

Moderadora – Ana Filomena Amaral

 

18.00 – Loja do Sr. Falcão – Miranda do Corvo

“De cada vez que um leitor recebe a mensagem , a obra , na sua polivalência , é recriada de um modo e num sentido diferente.”

Fernando Namora

Painel: Maurício Vieira, Wagner Merije, Casimiro Simões, Gisela Casimiro

Moderador – Leonardo Simões

 

21h30 – Museu da Presidência – Casa Pimentel – Castanheira de Pera

A luta que travamos é contra o tempo  empurrá-lo, como diz o poeta, ao encon- tro das cidades futuras…”

Painel  Wagner Merije, Rita Martins, Paula Breia

Moderador - Vasco Correia

 

 

10 de outubro – Biblioteca Municipal – Figueiró dos Vinhos

“Os meus livros representam quase um itinerário de geografia humana, por mim percorrido; as andanças do homem explicam as do escritor”

Fernando Namora

15:00 – Maria Graça Melo, Mabel Cavalcanti, Wagner Merije

Moderador – Deolinda Campos

 

 

 

 FLII_Palavras de fogo_Arganil

 

 

Confira a programação completa aqui: 3ª FLII-Palavras de Fogo_Miolo_Livro_Festival_ (1)

 

Acompanhe também as atividades associadas ao evento nos websites a seguir:

www.arte-via.org

www.litfestwordsoffire.com

www.literaryfestivals.eu

www.festivaisdalusofonia.com

www.palavrasdefogo.pt

José Saramago 20 Anos com o Prémio Nobel


10 jul

José Saramago 20 Anos com o Prémio Nobel_capa

Publicado pela Imprensa da Universidade de Coimbra o livro eletrónico “José Saramago: 20 Anos com o Prémio Nobel”, que reúne as comunicações apresentadas por ocasião do congresso com o mesmo nome.
MEU ARTIGO começa na página 789.
Realizado a 8, 9 e 10 de outubro de 2018, o congresso (o maior que alguma vez se fez sobre Saramago) permitiu atualizar e debater conhecimentos sobre praticamente todos os aspetos da vasta e multifacetada obra do escritor: os seus romances e os grandes temas que neles estão representados, as personagens e os seus modos de existência, a poesia e o teatro, a cronística e as adaptações da ficção a outras artes. No total, foram cerca de cinco dezenas de comunicações, da autoria de participantes oriundos de vários países, com destaque para Portugal e para o Brasil. São essas comunicações que agora se publicam, com acesso livre.

Para fazer o download, acesse um dos links abaixo:

http://monographs.uc.pt/iuc/catalog/book/57?fbclid=IwAR0RCKvHY0fwirXpBD67VH4_GK38q7WdPzlqP-Zp6fD7sJAtJdujv0JIr7g

José Saramago_20 anos com o Prémio Nobel_e-book

Dia Mundial da Língua Portuguesa


29 abr

Várias pessoas ligadas ao mundo da escrita, autores, professores e editores se preparam para a comemoração do Dia Mundial da Língua Portuguesa, no próximo dia 5 de maio de 2020.

DMLP 1

 

O escritor, jornalista, editor e investigador na Universidade de Coimbra, Wagner Merije, faz parte da organização da Frente Mundial para celebrar esta data tão importante.

DMLP 3

Os encontros, que seriam presenciais, com mesas de discussão e apresentações, devido ao isolamento da pandemia, serão realizados online.

Confira vários depoimentos em vídeos curtos, de pessoas de países onde se fala português.

DMLP 2

 

Wagner Merije: https://flipgrid.com/0f032ce4

 

Festival Literário de Ovar 2019 com Wagner Merije


11 set

FLO_Cartaz
O poeta, escritor e editor Wagner Merije, é convidado do Festival Literário de Ovar 2019, que ocorre na cidade litorânea portuguesa.
Esta é a quinta edição do evento.
No dia 15/09/2019, pelas 15h, Wagner Merije estará ao lado dos escritores Pedro Guilherme-Moreira, Pedro Teixeira Neves e Manuella Bezerra de Melo, para uma conversa com o público sobre poesia, prosa, literatura, edições em Portugal e no Brasil, sobre vida na literatura e vida na academia – a pauta é boa
A programação, que você pode conferir a seguir, está repleta de prestigiadas escritoras e escritores.

FLO19_Ovar_programação

Link Issuu

Wagner Merije na Flip 2015 em Paraty


05 jul

paraty barcos view

flip_logo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paraty, Flip, a escrita tem asas e Wagner Merije é um dos convidados especiais da Off Flip 2015.

O escritor lançou seu novo livro, CIDADE EM TRANSE, participou de saraus e encontrou leitores do Brasil e de outros países.

Cidade em transe na mesa

 

Lançamento dos livros Cidade em transe e Eu Cowboy

Os autores Wagner Merije e Caco Ishak possuem trajetórias parecidas. Ambos já publicaram livros de poesia, mas resolveram estrear em outro gênero literário: o romance. Eles contarão um pouco dessa nova experiência ao público.

A mediação da mesa é do poeta Caio Carmacho.

Dia: 02/07/2015, quinta-feira

Horário: 16h30

Local: Van Gogh (Rua Dr. Samuel Costa, 22 – Centro Histórico, Paraty/RJ)

 

 

Curto Circuito_Off Flip_Paraty

 

Picareta Cultural + Haicai Combat

Oitava edição do sarau mais tradicional da OFF Flip. Poesia, música e cachaça para todos. Participam Mano Melo, Leo Gonçalves, Allan Dias Castro, Juliana Bernardo, Caco Ishak, Emerson Alcalde, Cris Rangel, Erre Amaral, Cintia Luando, Laura Castro, Márcio Junqueira, Matheus José Mineiro, Felipe Rey, Tiago Malta, Thiago Peixoto, Luis Turiba, Rita Barros, Pedro Stkls, Victor Rodrigues, Fred Girauta, Wagner Merije, Caio Carmacho, Caco Pontes, Nelson Maca, João Sobral, Carlos Mambucaba, Gringo Carioca, Macumbazz, entre outros.

Picareta Cultural 2014_Paraty
Abertura do evento: Haicai Combat – O micro slam poético.

Idealizado por Marcos Bassini e Yassu Noguchi, o Haicai Combat é um desafio entre poetas, que deverão recitar poemas autorais curtos.

Cada poeta leva 3 poemas curtos para duelar nas três etapas (eliminatória, semifinal e final). Os poemas devem seguir a forma do gênero haicai ou ser compostos por no máximo 4 versos livres e curtos. Ao final das etapas, é escolhido um vencedor que receberá prêmios especiais.

Dia: 04/07, sábado

Horário: 20h

Local: Van Gogh (Rua Dr. Samuel Costa, 22 – Centro Histórico, Paraty/RJ)

 

Mário de Andrade voando nas asas do livro

Flip 2015 homenageia Mário de Andrade

 

Um autor para o século 21

A obra e a vida de Mário de Andrade ajudaram a moldar a cultura brasileira – entre os frutos indiretos de sua atuação estão, por exemplo, a preservação da cidade de Paraty e a própria Flip, que guarda muito de seu espírito irrequieto, festeiro e articulador. Nada mais justo que, em sua 13ª edição, a Festa Literária Internacional de Paraty homenageie o autor paulista, morto prematuramente em fevereiro de 1945, cuja vida e obra ainda iluminam o Brasil do século 21. A Flip acontecerá entre 1 e 5 de julho.

Poeta, romancista, crítico musical, gestor público, folclorista, agitador cultural – Mário foi, como diz seu celebrado poema, “trezentos, trezentos e cinquenta”. Se muito de seu legado hoje está assimilado – antropofagicamente, para usar a expressão de seu companheiro (e mais tarde desafeto) de geração Oswald de Andrade –, Mário trouxe questões centrais para novos debates sobre o país, a vida cultural e a literatura. Cultura popular e indústria cultural, patrimônio material e imaterial, fala brasileira e língua escrita, cultura indígena, literatura, identidade e gênero, a sua vida e obra parecem ter antecipado discussões atuais, que a Flip pretende pautar e atualizar em sua edição 2015.

 

(cartum de Alexandre Benoit)

Cidade em transe na Zona Norte de SP


29 jun

CIDADE EM TRANSE é um romance que toca fundo nas pessoas. É preciso ser forte e flexível para sobreviver na cidade que mais mata jovens e sonhos. Só mesmo a amizade, o amor e arte podem salvar quem luta por dignidade em São Paulo.

Viva os amigos. Viva a amizade. Viva os leitores!

Confira as fotos do lançamento que ocorreu em Santana, bairro da Zona Norte de São Paulo (onde o autor vive atualmente), no Famoso Bar do Justo.