Viagem a Minas Musical

15 abr

Ariano Suassuna, os doidos e o papel do escritor

13 abr

“O escritor verdadeiro procura o que há por trás das aparências”

Senzala

09 abr

Poema de Wagner Merije pubicado no livro “Viagem a Minas Gerais” (Aquarela Brasileira Livros) apresentado por Lorraine, de Anápolis/Goiás

 

Há muito tempo que eu ouço

O som da senzala

Som de corpo, som de vida, som de alma…

Tem os cantos de dor, a batida do tambor e a lei da bala

Senzala que apenas mudou de endereço, senzala

Hoje tem um beco na porta da sala

Há muito tempo que eu só durmo

Com o som da senzala

Há muito tempo que eu ouço

O som da senzala

Respeito por essas pessoas

Que tocam as suas vidas com muita música,

Música que soa

Profunda como toda história vivida

Senzala que apenas mudou de endereço, senzala

Hoje tem um beco na frente da sala

Há muito tempo que eu durmo

Com o som da senzala

Há muito tempo que eu ouço

O som da senzala

Tem os cantos de dor, a batida do tambor e a lei da bala

Dia Nacional da Poesia

13 mar

O 14 de março foi declarado Dia Nacional da Poesia em homenagem a Castro Alves, um dos maiores poetas românticos brasileiros.

Neste dia compartilho alguns “Torpedos” juntos!

Vida tem que ter poesia!!!!

 

 

Sejam realistas!

Peçam sempre o impossível!

 

 

Com poucos caracteres

se escreve o que é preciso

Palavra de Narciso

 

 

Enquanto o coração bater

Vai haver amor para dizer

Nenhum amor é vago ou vão

Mesmo o amor mais fraco é revolução

 

 

 

Quem ama cuida

E faz o que tem que fazer

Quem ama machuca

Mesmo sem querer

 

 

Depois daquele beijo

Tudo mais vivo

Até te comprei um vestido

Depois daquele beijo

Tudo parece divertido

Tudo está fazendo mais sentido                              

Foi um novo batismo,

foi um novo aviso

 

 

 

O que esperar d alguém

q não acredita no amor?

Cara de dor!

 

 

Quem é que diz o que é felicidade, meu amor ?

Felicidade verdadeira fica sempre de bobeira

Esperando a hora certa de te encontrar

 

 

Não mato leões

Convivo com as cobras

Lei do cão

Fomos nós que invadimos a selva

 

 

A dor está em toda parte

Amador, sonhador, aparador, babador, ventilador, armador, jogador, preparador

Onde estará a cura?

 

 

 

Vivo pescando versos

Como quem reza um terço

E conta certo

Com um milagre

 

 Versos de Wagner Merije

PENSAR apresenta poemas de Wagner Merije

11 mar

No dia 10/03/2017 o Caderno PENSAR, do jornal Estado de Minas, apresentou três poemas de Wagner Merije: “Acidente poético”, “Marcha da Paixão” e “Subcelebridades”.

Confira o belo trabalho feito por Pablo Pires e sua equipe

Pensar_EM_100317_Poemas Wagner Merije

Digas! Poesia falada com Wagner Merije

25 fev

O projeto Digas! Poesia Falada, do Sesc Palladium, em Belo Horizonte, anuncia sua atração de março.

O poeta e criador multimídia Wagner Merije apresenta programa duplo no dia 15/03/2017.
Na primeira parte, Dei meu nome ao impossível e outros poemas em voz alta, faz uma interpretação de poemas de seu novo livro, a ser lançado em 2017.

Na segunda parte, Viagem a Minas Musical, encena um musical estruturado a partir de poemas do livro Viagem a Minas Gerais (2013) entrelaçado com canções de domínio público e de compositores como Clara Nunes, Milton Nascimento e o Clube da Esquina, Ary Barroso, Martinho da Vila, Caetano Veloso, Paulo Diniz, Wando e Ataulfo Alves, acompanhado da cantora e atriz Tâmara David e do músico Matheus Nascimento.

SERVIÇO
Digas! Poesia Falada com Wagner Merije + convidados
Data: Quarta-feira, 15/03/2017
Horário: 19h30
Entrada: gratuita
Informações: (31) 3270-8100
Pelo e-mail: faleaquarela@gmail.com
Endereço: Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro – Belo Horizonte

Saiba mais aqui: www.sescmg.com.br/wps/portal/sescmg/centrais/central_de_programacao/programacao_aberta/cultura+-+programacao/wagner+merije+e+convidados

Digas!_Sesc Palladium_site

Oficina Torpedos no Sesc Palladium

23 fev

Nos dias 13 e 16/03/2017, das 13h às 19h, o escritor Wagner Merije ministra a oficina Torpedos – literatura na ponta dos dedos, de estímulo à criação artística e literária usando as ferramentas disponíveis nos aparelhos celulares. A proposta é criar poemas, micro-contos, pequenas narrativas, fotos, vídeos e peças de áudio inspiradas na literatura para compartilhar em rede.

SERVIÇO
Oficina Torpedos – Literatura na ponta dos dedos
Datas: Terça-feira e quinta-feira, dias 14/03 e 16/03/2017
Horário: Das 15h às 19h
Entrada: gratuita (mediante inscrição)
Informações: (31) 3270-8100
Pelo e-mail: faleaquarela@gmail.com
Endereço: Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro – Belo Horizonte
Link:

Saiba mais: www.sescmg.com.br/wps/portal/sescmg/centrais/central_de_programacao/programacao_aberta/cultura%20-%20programacao/oficina%20com%20wagner%20merije

Torpedos_Sesc Palladium_site

Cavalos

05 fev

cavalos brancos_white_horses-wide

 

Cavalos

 

Ia pela estrada

e lá pelo meio do caminho

dois cavalos passaram correndo

em silêncio, pianinho

não se sabe por quê se sonha

com cavalos brancos correndo

são como diamantes voando

a sacudir o pensamento

(inconsciente presente)

melhorar a visão dos outros

como um polidor de lentes

como uma passagem entre / vôo

cavalos ou são alumbramento

a visão que cega é tamanha

beiradas do esquecimento

a vida, a expectativa, o equilíbrio, a sanha

alinhar o corpo fora da linha do açoite

das patas às crinas, rabo e natureza

partir do dia e chegar à noite

fé em si, deus é outra certeza

na areia ficam as ferraduras

o universo é uma desordem natural

ferros por entre a carne e pra alma

o universo é uma desordem natural

o olho é maravilhosamente divindade

o universo é uma desordem natural

nas coisas deusas como elas são

o universo é uma desordem natural

 ***

(um poema de Wagner Merije)

Capítulo à parte – São Paulo em palavras

25 jan

Programa Capítulo a parte da TV Câmara São Paulo com o escritor Wagner Merije, organizador do livro “São Paulo em Palavras”.
Exibido em 25/01/2017, dia do aniversário de 463 anos da cidade de São Paulo

Primeiro poema: “Periferia”, de Alessandro Buzo
Segundo poema: “Adolescente”, de Selma Maria
Terceiro poema: “São Paulo é selva”, de Wagner Merije

Canal 61.4 (aberto digital)
Canais a cabo 7 (digital) e 13 (analógico) NET

São Paulo em Palavras

13 jan

São Paulo em palavras_Convite

São Paulo em Palavras, novo título da Aquarela Brasileira Livros, apresenta uma metrópole multifacetada na visão de 26 autores

Lançamento ocorre no dia do aniversário da cidade, 25 de janeiro,
no Sesc Pinheiros, com a presença dos escritores e Sarau

O organizador e coordenador editorial é Wagner Merije

São Paulo em palavras_Capa frente 3dSão Paulo em conto, prosa e verso pelas palavras de Alessandro Buzo, Alex Richards, Amara Moira, Ana Maria González, Andrea Pelagagi, Bruno Brum, Brunno Almedia Maia, Daniel Arruda, Dennis de Oliveira, Erika Balbino, Fábio Bardella, Gu Tramontin, Janaina Abreu, Jenyffer Nascimento, João Diniz, Jonas Worcman, José Santos, Lívia Prado, Paulo Rafael, Pedro Gabriel, Roberta Scatolini, Selma Maria + Nina Anderson, Vanessa Farias, Wagner Merije e do saudoso Mário de Andrade.

Para celebrar a cidade, um grupo de escritores foi reunido pelo editor e artista múltiplo Wagner Merije para criar uma obra única e coletiva que mostrasse a relação de cada autor com a metrópole. O resultado é a antologia São Paulo em Palavras, compêndio de 160 páginas à venda por R$ 30, que será lançado em 25 de janeiro, no Sesc Pinheiros.

“…A ideia é descortinar e mostrar a capital revista por paulistanos e paulistas, por brasileiros de outras partes do país e de fora dele, por gente das periferias e universidades, com formações diversas e atuações em vários movimentos e que vivem a cidade com intensidade…”, afirma Merije, organizador do livro.

No título, cada autor apresenta suas criações em seis páginas. Amor, amizade, tensão, delírio, autoconhecimento e mapas sentimentais que trazem à tona lugares, personagens, momentos históricos e suas relações afetivas sobre esta instigante cidade que completa 463 anos.

“…Em quase meio século de existência, São Paulo se tornou uma metrópole superlativa em tudo, inclusive na diversidade. Por motivos assim, é muito válido dedicar uma obra artística de percepções múltiplas para a pauliceia. A concepção grega de percepção incluía a provocação do reconhecimento, de admitir que cada coisa tem alma, paixões, amor, fascinação capaz de provocar uma reciprocidade afetiva no sujeito percebedor. São representações abertas sobre São Paulo a propor o diálogo e a interação…”, complementa Merije, no prólogo do livro.

São Paulo em Palavras tem a orelha assinada por Alexandre Staut, escritor, editor, criador da revista São Paulo Review.

O lançamento acontece no dia do aniversário da cidade, 25 de janeiro (quarta-feira), das 17h às 19h, no Sesc Pinheiros, com direito a sarau com participação de vários escritores e microfone aberto para o público.

Serviço
Lançamento com Sarau
Data: 25/1/2017
Horário: 17h às 19h
Local: Sesc Pinheiros
Entrada: livre

Dados técnicos do livro
Titulo: São Paulo em Palavras
Gênero: miscelânea de escritos brasileiros
Formato: 14×21 cm
Número de páginas: 160
ISBN: 978-85-9255-203-9
Orelhas: Alexandre Staut
Editora: Aquarela Brasileira Livros
Preço: R$ 30

Encomendas: www.aquarelabrasileira.com.br

Conheça mais sobre a biografia de cada autor em:
www.aquarelabrasileira.com.br/sao-paulo-em-palavras

 

Aquarela Brasileira Livros
Livros são Incríveis! A gente ama!

Aquarela Brasileira Livros é uma editora contemporânea, criativa e ousada. Trabalhamos com autores que amam escrever e também com quem tem histórias incríveis para contar.

www.aquarelabrasileira.com.br/aquarela-brasileira-livros

faleaquarela@gmail.com